O nome fantasia é um dos elementos que o empreendedor pode definir na hora de abrir sua empresa.

Apesar de não ser obrigatório em um primeiro momento, fazer esse registro pode tornar o empreendimento ainda mais profissional.

Além disso, ajudará o público a lembrar mais facilmente do estabelecimento, facilitando campanhas de publicidade e divulgação.

Sendo assim, a Facilite preparou um conteúdo especial para você conhecer melhor o nome fantasia e porque definir um para seu negócio.

 

O que é nome fantasia?

Basicamente, o nome fantasia é a denominação popular da razão social da empresa, pelo qual ela será conhecida pelas pessoas.

Inclusive, também pode ser chamado de nome comercial ou nome de fachada.

Este não é o título que constará em documentos e licenças oficiais da empresa, mas será o nome pelo qual o público irá chamá-la.

Por exemplo, Globo é o nome fantasia da empresa Organizações Globo Participações S.A.

Trata-se de um conceito importante, que deve compor uma escolha estratégica, para facilitar o marketing do negócio e aumentar sua visibilidade.

Como escolher um nome estratégico?

É preciso considerar uma série de fatores na hora de escolher um bom nome fantasia.

Isso porque é importante que ele se relacione com a empresa e suas atividades, mas também que seja fácil de lembrar e pronunciar.

Além disso, é fundamental criar um título prático e atemporal. Por exemplo, utilizar o nome pessoal do proprietário pode tornar complicada a colaboração de novos sócios.

Para ajudar na escolha, muitas empresas também costumam pensar nas seguintes considerações:

  • “Como o nome fantasia ficará em logos e campanhas publicitárias?”;
  • “Poderá estampar os produtos?”;
  • “É um nome chamativo?”;

Por esse motivo, o processo de escolha de um nome fantasia estratégico demanda tempo e pesquisa.

 

Nome fantasia e registro INPI: Qual a diferença entre eles?

Muitas pessoas podem confundir os diferentes registros disponíveis para uma empresa, como o nome fantasia e o registro INPI.

A princípio, o nome fantasia é apenas a designação popular do negócio, e pode ser registrado na Junta Comercial a qualquer momento. Inclusive depois da abertura do empreendimento.

Enquanto isso, também é possível registrar a marca da empresa, através do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).

Uma vez cadastrada, nenhuma empresa poderá utilizar a marca, pois se tornará propriedade da organização que a patenteou.

O nome fantasia também pode compor um registro INPI, ou seja, se tornar uma marca oficial.

No entanto, apenas a inscrição na Junta Comercial não torna o nome fantasia exclusivo, como ressalta o portal do Sebrae

Isso significa que se outra empresa registrar o título no INPI, a empresa precisará deixar de usar esse nome.

Dessa forma, a diferença entre os dois registros são os órgãos que realizam o cadastro, e a exclusividade da designação.

Geralmente, ambos são iguais. Por exemplo, o grupo Globo inscreveu a marca Globo, que tornou o nome fantasia exclusivo também.

 

Como descobrir o nome fantasia de uma empresa?

Usualmente, o nome fantasia de uma empresa é o nome comercial que ela utiliza. Ele pode constar em logotipos, fachadas e campanhas de publicidade em geral.

Para consultar se um nome fantasia é uma marca registrada, é possível acessar o site do INPI e fazer uma busca no catálogo disponível.

Além disso, o site Redesim permite buscar o CNPJ de uma empresa pelo nome fantasia, e, assim, descobrir a razão social da mesma.

Nome fantasia e razão social: Quais as semelhanças e diferenças?

A razão social de uma empresa é um dos componentes mais importantes, inclusive necessária para o registro na Junta Comercial.

Trata-se da denominação oficial do empreendimento, o nome que irá constar em documentos,  contratos sociais e outros títulos.

Enquanto isso, o nome fantasia é a alcunha popular da empresa. Não é obrigatória para abrir um negócio, mas é a forma pela qual o público irá chamá-lo.

De forma geral, é comum que o nome fantasia seja uma versão mais curta ou simbólica da razão social.

 

Por que o nome fantasia é tão importante?

Em meio a um cenário cada vez mais competitivo, é fundamental que a empresa se destaque dos concorrentes.

Isso não se dá apenas por diferenciais na sua produção ou nos serviços que oferece, mas também pela sua visibilidade.

Dessa forma, é essencial pensar em um nome comercial, que seja fácil de lembrar e proporcione boas campanhas de marketing.

Além disso, adotar um nome fantasia para a sua empresa a tornará mais profissional e completa.

Para elaborar uma designação apropriada, é preciso pesquisar no mercado e levar em conta uma série de considerações.

No entanto, esse processo pode contar com a ajuda de profissionais, como o contador, que pode realizar sugestões relevantes para o negócio.

A Facilite conta com uma equipe de profissionais qualificados para te ajudar em todas as etapas de formalização da sua empresa. Entre em contato conosco.

Comentários