O DAS atrasado pode gerar muitas complicações futuras, e por isso, é fundamental que você saiba como emitir um novo boleto da guia única do simples nacional.

Caso você tenha perdido a data de vencimento da quitação dos tributos para quem adere ao simples nacional, saiba que sempre há tempo para se reorganizar.

Pensando nisso, a Facilite preparou este conteúdo com todas as informações necessárias para que você consiga recalcular o DAS atrasado e possa resolver as suas pendências do simples nacional.

Importância de manter os impostos em dia

Quando você, empresário ou gestor, mantém os impostos em dia, a empresa passa a ter uma série de vantagens.

Entre todos os benefícios, o que mais chama atenção é fator da economia. Caso você opte por deixar de pagar determinado valor, saiba que o gasto será inevitável e, pior, as multas e os juros podem tornar o gasto ainda maior.

Porém, há ainda outros benefícios, como:

Mais economia

Como acabamos de explicar, fazer os pagamentos dos impostos em dia evita juros e multas.

Permite disputar licitações

Se você, por acaso, oferecer determinado serviço e queira abrir uma licitação chamativa, será possível participar da seleção entre outros candidatos.

Facilidade ao crédito

Manter suas faturas em dia, fazendo com que a reputação monetária da empresa sempre seja positiva, faz com que a credibilidade sua empresa facilite o acesso às diferentes formas de créditos.

Padronização de pagamentos

Com a rotina entre os prazos de pagamento, você passa a ter mais controle sob as finanças da empresa.

Maior credibilidade do negócio

Os pagamentos em dia mostram que a sua empresa sabe que apenas tendo seus próprios compromissos respeitados, se pode alcançar novos patamares.

Fora isso, vale mencionar que a sua empresa não corre nenhum risco de sofrer retaliações por conta do não pagamentos dos impostos.

O que é DAS?

O DAS, é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional e funciona como uma guia unificada para pagamento de tributações. 

Sendo assim, não é necessário vários boletos para pagar diferentes impostos, basta apenas calcular, unificar os valores e quitar as suas pendências.

Exclusivo do simples nacional, o DAS totaliza mais de 15 milhões de empresas optantes por esta guia de tributação, segundo o site da Receita Federal.

Em especial, muitos aderem ao simples nacional por serem MEIs e seu pagamento é ainda mais facilitado. Ao contrário dos outros tipos de empresas, como EI (Empresário Individual), ME (Micro Empresa) e EPP (Empresa de Pequeno Porte), o valor da tributação do MEI é fixa no valor de R$ 52,25 sempre no dia 20 de cada mês.

Além disso, nós já falamos por aqui em outras oportunidades, quais são os tipos de empresas que existem e suas respectivas vantagens. Se quiser se aprofundar no tema, basta conferir nosso artigo sobre como abrir um negócio, que certamente pode te ajudar a esclarecer eventuais dúvidas.

 

Para que serve o DAS

O DAS serve para descomplicar a emissão de boletos e tornar a vida dos empreendedores mais fácil.

A emissão das guias de pagamento é dada através do meio digital e os cálculos dos períodos de apuração são feitos pela própria plataforma.

Com isso, os valores a serem pagos a cada mês podem ser feitos de uma forma mais ágil e otimizada. Para empresas que contam com as soluções da Facilite, tudo fica ainda mais fácil e seguro de erros.

 

Como recalcular o DAS atrasado do simples nacional?

Para recalcular o DAS atrasado do simples nacional, você precisa seguir alguns passos simples e sem necessidade de ir até alguma instituição pública.

Os passos para recalcular o DAS atrasado são:

  1. Vá até o site do simples nacional e em seguida clique na opção PGDAS-D e DEFIS, no canto médio direito.
  2. Faça o login e prossiga para o próximo passo, mas caso seja o primeiro acesso, você precisa clicar neste link, inserir dados pessoais, como CNPJ da empresa, CPF e os caracteres de segurança, receber o certificado de segurança e então realizar o seu login.
  3. Na sequência, vá até a opção Emitir DAS Simples Nacional / 2ª Via Boleto Atualizado e receba a guia com os valores a serem pagos.
  4. Nessa etapa você tem duas opções de emissão de boleto: a partir do código de acesso ou do certificado digital. Caso você não tenha o seu certificado digital, é preciso refazer o passo 2, reinserindo os dados de CNPJ, CPF e caracteres de segurança.
  5. Por fim, o valor do DAS atrasado é recalculado automaticamente a partir dos acréscimos de juros e da multa por atraso, restando agora o pagamento no caixa eletrônico, agências bancárias ou internet banking.

O que fazer após o pagamento?

Após o pagamento dos valores devidos, a sua empresa tem até 30 dias para reaver os benefícios do simples nacional.

Além disso, vale ressaltar que caso o valor a ser pago seja muito alto, você pode optar por ir à Receita Federal e buscar uma forma de parcelamento que caiba no bolso da empresa.

Porém, por conta da pandemia da Covid-19, os atendimentos presenciais não estão sendo feitos e por isso você precisa enviar um email antes de quitar o DAS atrasado.

Agora que você tirou suas dúvidas sobre o DAS atrasado, que tal entender melhor o que é o simples nacional? Nós preparamos um artigo completo para você conhecer a tributação simples nacional.

Comentários