Coworking: como funciona?

O mundo corporativo vem se renovando constantemente, em todos os aspectos, ou seja, nas relações interpessoais, na forma de empreender e principalmente na busca da sustentabilidade. E em meio a essas inovações, surge a figura do Coworking, como uma forma inteligente de atuar no mercado, seja como empresa, profissional autônomo ou liberal.  Podemos dizer que estamos vivendo a Era do compartilhamento, não apenas na economia, mas em diversos segmentos. E a boa notícia é que existem muitas opções de coworking em todo o Brasil.

 

E o que vem a ser exatamente um coworking?

Coworking é um novo conceito de ambiente de trabalho. Trata-se de um espaço coma infraestrutura preparada para atender diversos tipos de profissionais. Nele é oferecido ao usuário tudo que é necessário para que se execute o trabalho, ou seja,  mesas, cadeiras, ar condicionado,   internet, banheiros, copa, salas de reunião e muitos outros serviços que podem e costumam ser oferecidos.

Dentro de um coworking são oferecidos espaços individuais ou para grupos, podendo ser de uso diário ou mensal.

O conceito é oferecer funcionalidade aliada a conforto, segurança e  com valores mais acessíveis.

 

E como funciona um Coworking?

Existem, no Brasil, uma grande diversidade de empresas de coworking, cada uma com seu perfil de usuários, em função das características do espaço. Em outras palavras, existem coworking para atender vários perfis: alguns mais executivos, outros mais  descontraídos para atender a um público  mais jovem ou  profissionais mais informais, e assim por diante.

Contudo, uma parte é comum a todos: os espaços compartilhados. Em geral, todos oferecem a condição do usuário alugar o espaço por algumas horas apenas , por uma diária ou ainda, alugar por mês e nesse caso, salas fechadas onde se podem deixar computadores, documentos e objetos pessoais.

Nesses espaços você pode fazer seu trabalho, receber seus clientes, ter reuniões, dar cursos ou palestras, pois, costuma ter além das estações de trabalho, salas de reuniões, copas, recepção, e tudo o mais que necessita.

Também existem várias formas de pagamento, a depender do tipo de usuário, por hora, diarista ou mensalista. Os valores variam de acordo a Empresa de Coworking, por isso, pesquise a que mais lhe é conveniente.

Lembre-se de levar em conta o custo benefício, observando suas prioridades, como por exemplo, localização, preço, infraestrutura e vários outros aspectos.

 

Quais as vantagens de usar um coworking?

O empreendedorismo avança e com ele cresce a necessidade de buscar mais profissionalismo, principalmente para os que estão iniciando seu negócio.  É preciso investir em registros de empresa, criação de marca, infraestrutura e tantas outras coisas que os custos precisam ser muito bem planejados.  E ao planejar a infraestrutura é fácil perceber que optar pelo uso de um bom coworking é a melhor opção. E como os espaços compartilhados oferecem opções que se adequam a diversas necessidades, desde a de um profissional que precisa apenas de um lugar uma ou duas vezes por semana, por algumas horas até a um grupo que necessite de um espaço fixo, com pagamento mensal. Sem contar a quem necessite apenas de promover um evento, um curso ou uma reunião.

E tem outras vantagens para levar em consideração:

  • Custo reduzido:

Uma forma mais barata de poder usar um espaço bem decorado, bem estruturado com ar condicionado, internet, salas de reunião, copa, faxineira, recepcionista, sem ter que se preocupar com nada. E como os contratos são customizados, é possível adequá-lo totalmente  ao seu perfil.

 

  • Praticidade:

Já pensou se livrar da burocracia de ter que pagar várias contas: aluguel, condomínio, IPTU, luz, telefone, internet, material de limpeza e ainda a contratação de faxineira, copeira, recepcionista, secretária? Pois é, ao usar o coworking é possível se livrar de todas essas preocupações, bastando pagar uma conta apenas. Se a internet dá problema, por exemplo, você não precisa ficar horas tentando resolver.  O espaço se responsabiliza por tudo. E assim, o seu tempo pode ser otimizado e direcionado apenas para o desenvolvimento do seu negócio.

 

  • Networking:

Considerando que dentro de um coworking circulam muitas pessoas e de vários segmentos profissionais, temos aí uma ótima oportunidade de estabelecer novos contatos de onde pode se nascer boas amizades ou parcerias comerciais.

 

  • Endereço fiscal:

A questão do endereço fiscal é algo muito útil. É possível se ligar a um coworking apenas para ter um endereço fiscal,  receber suas ligações comerciais bem como sua correspondência.

 

Estamos vivendo um momento onde muitos profissionais, muitas empresas e negócios estão precisando se reinventar, quebrar paradigmas, diminuir custos e buscar soluções. Muitos profissionais passaram para o home office, em sua grande maioria pela necessidade imposta pela pandemia. No entanto, passado esse momento, alguns perceberam que esse formato é viável e que podem  dar sequência, usando um coworking quando for necessário.  Assim como empresas que ocupavam grandes escritórios, perceberam que não precisam manter um custo fixo de tudo isso. E é nesse momento que o conceito do coworking vem resolver muitos problemas. É possível ocupar um espaço fixo menor em um espaço compartilhado e manter parte da equipe em casa, no home office, mantendo reuniões pontuais.

 

Em suma, pense nessa opção para seu negócio, pois ela te trará muito mais liberdade.

 

E se quiser saber mais sobre esse ou outro assunto, deixe seu comentário.

Consultoria para sua contabilidade online

Comentários