COMO ABRIR UMA EMPRESA DE DROPSHIPPING

E hoje vamos falar sobre Dropshipping, seu significado e como entrar para esse mercado.
Estamos vivendo um momento totalmente diferenciado, em todos os segmentos da vida e principalmente no mercado profissional. Consequentemente isso nos leva a buscar novas soluções, novos caminhos, novos negócios. Em suma, precisamos nos reinventar. E com essa nova paisagem o sistema Dropshipping vem se difundindo cada vez mais no Brasil

E o que significa Dropshipping?

Dropshipping é um modelo de venda de produtos, através de sites, em que o dono da loja virtual atua como um intermediário entre o comprador e o fornecedor. Antes de tudo, trata-se de uma prestação de serviços.
Na prática, o dropshipper, ou seja, o dono da loja virtual funciona como ponte entre fornecedor e cliente. O seu site faz a venda do produto e envia o pedido dessa transação para o fornecedor parceiro, que por sua vez envia o item para o cliente. Dessa forma a loja virtual não precisa ter estoque, o que facilita a abertura do negócio, já que não haverá a necessidade de grande capital de giro.

Como operar nesse modelo

Um fator extremamente importante a se considerar é o fato desse modelo ainda não ter legislação no Brasil, diferente do e-commerce que já é praticado amparado na Lei. A falta de legislação gera riscos e certa insegurança jurídica. Não se trata de uma operação ilegal, no entanto, para evitar ou minimizar o surgimento de problemas futuros, faz-se necessário buscar um mecanismo para se adequar o negócio às normas do país. Inclusive é bem comum que os fornecedores estejam no exterior, o que aumenta a necessidade de se cercar de cuidados. Em segundo lugar, cabe avaliar se trabalhar com fornecedores nacionais vale mais a pena, levando em conta custo do produto, impostos, transporte e garantias.

Planejamento é fundamental para qualquer tipo de negócio, portanto, o mesmo ocorre para se montar uma loja virtual no modelo Dropshipping. E para facilitar vamos relacionar alguns passos básicos para auxiliar a construir seu plano de negócios :

1. Defina seu mercado

Existem segmentos mais lucrativos do que os outros, mas para tudo é necessário conhecimento e investimento. De nada adianta buscar apenas um potencial lucro, antes disso é preciso conhecer o mercado, o produto, ter intimidade e até mesmo, afinidade com o que vai vender.
Existem diversas alternativas de produtos, nacionais e importados, que funcionam bem no comércio eletrônico via Dropshipping, tais como vestuário, acessórios, cosméticos, tecnologias e muitos outros. É aconselhável buscar o que está sendo mais procurado na internet e existe ferramenta para isso. Outra dica importante é focar em um ou dois produtos para começar o negócio.

2. Busque bons fornecedores

Existem diversos portais onde se podem buscar fornecedores, especializados nesse formato de negócio. Prefira os mais conhecidos e com reputação bem avaliada. Uma vez escolhido o ou os produtos e fornecedores, é hora de entrar em contato para levantar todas as informações necessárias, tais como, valores, margem de lucro, formas de pagamento, envio de mercadoria e garantias.

3. Registre seu domínio.

Se já definiu seu produto e já encontrou seus fornecedores, o próximo passo é escolher o nome da sua loja e imediatamente registrar seu domínio. Faça a pesquisa e registre, garantindo o máximo de extensões possíveis. Lembre-se de escolher o registro por maior tempo, pois ele precisa ser renovado de tempos em tempos.

4. Escolha seu provedor.

A internet é o espaço da sua loja. Depois que definiu o nome e o registrou, é hora de escolher onde vai hospedá-la. E para tanto existe duas opções básicas: a primeira é contratar a hospedagem e um programador para construir seu site totalmente novo e personalizado. A segunda é procurar um provedor de loja online, onde você paga e usa, sem a necessidade de contratar programação, porque ele já está pronto e basta você alimentar virtualmente sua loja.

5. Monte sua loja

Após ter escolhido seu provedor de comércio eletrônico, agora é a hora de montar sua vitrine virtual, fazendo o upload de todos os produtos que irá vender, com preços e forma de pagamento. O sistema segue toda tecnologia aplicada ao demais e-commerce, em termos de uso de cartão de crédito, site seguro e tudo que se faz necessário.

6. Contabilidade

Para legalizar seu negócio, recomendamos para quem trabalha com dropshipping abrir uma empresa, ter seu CNPJ. Com ajuda especializada de um contador consultor, você terá orientações precisas quanto ao melhor enquadramento tributário, mecanismos contábeis e fiscais para não ter problemas com a Receita Federal.

7. Divulgue seu negócio

Esse aspecto é de suma importância para o sucesso de qualquer empresa e em especial aos negócios virtuais. Comece analisando sua concorrência, para buscar seu diferencial de destaque. Em seguida, contrate profissionais especializados em estratégias de marketing digital para cuidar da sua marca, construir autoridade e posiciona-la bem na internet.

Espero que esse artigo tenha sanado suas dúvidas sobre o tema. No entanto se ainda ficaram questões a esclarecer, deixe seu comentário para que possamos lhe atender.

 

Consultoria Completa para sua empresa

Comentários